Quanto Tempo Para Aprovar Uma Compra Online: Cartão x Boleto

Quanto Tempo Para Aprovar Uma Compra Online: Cartão x Boleto

O mercado eletrônico vem ganhando cada vez mais espaço. A grande maioria das pessoas preferem comprar sem precisar sair de casa. Quando pagamos nossas compras com o cartão de crédito ou pelo boleto, em geral, a aprovação demora pouco tempo para acontecer. 

Quando a aprovação demora para acontecer, logo começamos a pensar que fomos vítimas de uma fraude. Mas a demora pode acontecer sem que isso signifique algum problema. Em geral, antes de efetuarmos alguma compra pela internet, a gente já pesquisou sobre a loja e tomamos todas as medidas de segurança possíveis para evitar golpes. Após realizarmos a compra, o próximo passo é aguardar a aprovação da mesma. E temos que esperar com paciência.  

Os pagamentos feitos com cartão de crédito costumam ser aprovados no mesmo dia, se o consumidor tiver saldo suficiente no mesmo. Caso o limite do cartão não seja suficiente para finalizar a compra, o site enviará um e-mail informando sobre isso para o cliente. Que deverá realizar a compra novamente, mas usando outra forma de pagamento. Por isso, antes de tentar comprar algo, é muito importante conferir o limite disponível no cartão para evitar atraso na liberação do seu pedido. 

Agora, se o pagamento acontecer por boleto, pode ser que a aprovação demore até 2 dias úteis para acontecer. 

Os sites maiores, de grandes empresas, costumam ter os prazos menores, pois trabalham com uma equipe de vendas maior. Já os sites menores podem ter esses prazos um pouco mais longos. Varia bastante. 

Quando compramos por sites de vendas entre usuários, o ideal é usar sempre um intermediador de pagamentos. Isso ajuda a aumentar a segurança na transação. 

Outra situação possível é o pagamento ser liberado com agilidade, mas o produto não estar disponível no estoque. Isso acaba por atrasar o envio. Se isso acontecer, o consumidor deve ser informado dos prazos de forma bem clara.  

Vantagens de Comprar Pela Internet 

Com o crescimento do mercado eletrônico, as pessoas estão se acostumando cada vez mais a fazer suas compras sem precisar sair de casa, enfrentar o trânsito, as intermináveis filas, e chegar em casa exaustas. Para mostrar como essa pode ser uma boa ideia, separamos algumas vantagens que temos ao comprarmos pela internet. Confira abaixo: 

• Opiniões de demais usuários: as pessoas geralmente deixam a sua opinião sobre suas experiências com as lojas. Isso é muito bom, pois podemos saber exatamente como as lojas têm se comportado perante os seus clientes. Em geral, esses depoimentos podem ser vistos em sites das principais lojas. 

 Preços menores: essas lojas conseguem oferecer melhores por não precisarem arcar com aluguel de loja, com salários dos vendedores, e outros gastos que as lojas físicas têm. Além do mais, o mercado eletrônico concorre em mercados maiores que o mercado da loja física. 

 Várias formas de pagamento: em geral, os sites oferecem inúmeras formas de pagamento, como cartões de crédito diversos, boleto bancário, Paypal e até transferência bancária. 

 Todos os tipos de produtos: na internet, você encontra tudo o que quiser comprar ou vender sem sair de casa. Seja para a sua casa, para o seu bichinho de estimação, para passear na praia, de tudo mesmo. São milhares de lojas na internet oferendo os mais variados tipos de produtos. 

 Direito de arrependimento: se não gostar do produto que comprou, o cliente terá até 7 dias úteis para devolver, sem nenhum custo. 

 Enviar presente para quem mora longe de você: comprando pela internet, você escolhe o presente, paga, pede para embrulhar e entregar no endereço da pessoa. Os Correios entregarão o presente onde você direcionar. 

Isso sim é comodidade! 

Cartão ELO: Bradesco, Caixa e Brasil

Cartão ELO: BradescoCaixa e Brasil

Em algum momento você já deve ter ouvido falar em uma nova bandeira de cartão de crédito chamada de ELO. 100% brasileira e aceita em todos os lugares onde tenha a máquina de cartão da Cielo. O surgimento dos cartões ELO aconteceu devido à uma parceria do Banco do Brasil, do Bradesco e da Caixa, os três maiores bancos do Brasil. 

O principal objetivo dessa parceria era alcançar as classes menos favorecidas da população, como a C e a D.  

Cartão Bradesco ELO 

Oferecido em duas modalidades: Bradesco Elo Nacional e Elo Plus. Veja abaixo as principais características desse cartão: 

• Bradesco Elo Nacional: a anuidade do Bradesco Elo Nacional é R$ 35,00. Ou pode ser dividida em 4 vezes de R$ 8,75. A partir do segundo ano, a sua anuidade passa a ser de R$ 70,00 ou dividida em 4 vezes de R$ 17,50.  

Elo Plus: trabalha com um programa de relacionamento, oferendo a vantagem de acumular pontos nas compras e trocar por crédito de celular de todas as operadoras. Parcelamento de compras de até 24 vezes com taxas especiais de juros. Oferece todo mês duas mensagens de celular informando sobre saldo, data de vencimento do cartão e limite de compras.  A sua anuidade custa R$ 49,50 à vista, ou 4 vezes de R$ 12,35. A partir do segundo ano, o valor passa para R$ 99,00, ou em 4 vezes de R$ 24,75.  

Todo mês a fatura é enviada para o endereço do titular. A renda mínima para ter ambos os cartões é de um salário mínimo. Se a fatura não chegar antes da data do vencimento, o cliente pode entrar em contato com o Atendimento Bradesco Elo pelo telefone 3003-2356. Se desejar cancelar o cartão, pode ligar nesse mesmo número. 

Cartão Ourocard Elo 

Esse é o cartão Elo oferecido pelo Banco do Brasil. Confira abaixo as suas principais características: 

• Anuidade de R$ 48,00 à vista ou em 12 vezes de R$ 4,00. Caso queira, é possível também solicitar até 4 cartões adicionais, sendo que o custo mensal por cada um é de R$ 2,00. O cliente tem a possibilidade de consultar o seu extrato ao longo do mês pelo portal do BB. Esse serviço é oferecido a correntistas e não-correntistas que possuam o cartão. Todos os meses, será enviado o extrato completo do cartão para o endereço do cliente, antes da data de vencimento. Se desejar cancelar o cartão, basta se dirigir à agência onde o cartão foi solicitado ou ligar no número 0800-729-0088. 

Cartão Caixa Elo Mais 

Esse cartão pode ser usado para compras nacionais e internacionais. Confira abaixo as suas características: 

• Destinado a maiores de 18 anos, ou que tenham mais de 16 anos e sejam emancipados, assistidos pelos pais e que tenham renda própria.  

• Ele oferece mais de 40 dias para pagar as compras. 

• Limite mínimo de R$ 3.000,00, conforme análise de crédito. 

• Renda mínimo de R$ 2.500,01. 

• Alguns estabelecimentos oferecem o parcelamento sem juros e sem entrada com o cartão Caixa Elo Mais. 

• O valor da anuidade do cartão do titular é de R$ 250,00, dividida em 4 parcelas de R$ 62,50. 

• O valor da anuidade do cartão adicional é de 50% do valor do cartão do titular, podendo ser dividido em 4 vezes. 

• Somente após o desbloqueio do cartão é que a anuidade poderá ser cobrada. 

• Parcelamento de pacotes turísticos nacionais e internacionais, passagens aéreas quando forem cobrados em Reais. 

 Possibilidade de parcelamento da fatura. 

 Consulta de fatura pelo app Cartões Caixa. 

 O telefone da Central de Atendimento Cartões Caixa é 4004-9009 (capitais e regiões metropolitanas), 0800-940-9009 (demais localidades), ou (55) 21 3506-0999 (no exterior). 

Como Abrir e Reconhecer Firma em Cartório

Como Abrir e Reconhecer Firma em Cartório

O processo de abertura de firma em cartório é simplesmente a assinatura de uma pessoa. É o depósito do padrão da assinatura em cartório, a certificação de autenticidade de uma assinatura. É o mesmo que o fichamento da firma. Esse procedimento oferece mais segurança às pessoas que serão as usuárias do documento. Além de trazer fé pública. O reconhecimento de firma é a forma de declarar a autoria da assinatura daquele documento. 

Quando a pessoa já fez o registro da firma em um cartório, ele não precisa mais abrir firma, somente reconhecer firma. Não existe um limite de cartórios onde a gente possa registrar firma. Mas só podemosreconhecer firma em um cartório onde já tenhamos firma registrada. 

Tipos de Reconhecimento de Firma 

Existem duas maneiras de fazer o reconhecimento de firma: por autenticidade ou por semelhança. 

Há situações em que a pessoa precisa estar presente no Tabelionato para reconhecer firma. Nesses casos, o reconhecimento se dá por autenticidade. 

Para realizar esse tipo de reconhecimento de firma, é preciso que o assinante leve consigo os documentos de identidade e o CPF originais. Além do mais, também será preciso assinar um livro de comparecimento. Dessa forma, por meio do reconhecimento de firma por autenticidade, o Registrador ou o Tabelião atestarão que o assinante esteve presente e assinou o documento, dando autenticidade ao documento. 

Se a pessoa não puder estar presente e o procedimento não exigir, é possível comparar a firma com o cartão de autógrafo ou com a ficha de firma do assinante, que já exista no Tabelionato. Nesse caso, será feito umreconhecimento de firma por semelhança. 

Seja qual for a forma de reconhecimento de firma, o assinante deve possuir a ficha de firma ou o cartão no cartório em que o reconhecimento se der. Caso não haja o cartão de firma, então será preciso providenciar. Esse procedimento deve acontecer mediante a presença de um Tabelião ou de um funcionário autorizado para essa função. Se, ao contrário, houver um cartão, mas esse estiver desatualizado, com divergência na assinatura, então será preciso confeccionar outro. 

Por Que Registrar e Reconhecer Firma? 

Em algumas situações, é necessário realizar esses procedimentos. Eles ajudam a evitar problemas. Algumas pessoas mal-intencionadas podem negar a sua assinatura, provocando dor de cabeça para as pessoas que recebem o documento com a assinatura. Nesse caso, se a situação for levada em juízo, o reconhecimento de firma é capaz de inverter o ônus da prova. Dessa forma, se o assinante do documento contestar a assinatura e os termos do documento ou contrato, quem terá que provar que o proponente do documento estava agindo de má fé é quem assinou. 

Assim, a autenticação de documentos é uma forma de se resguardar e prevenir eventuais problemas perante a justiça. O selo usado é a garantia de autenticação perante a justiça. 

Reconhecimento de Firma de Menores de Idade 

Reconhecimento de firma das pessoas entre 16 e 18 anos de idade, no ato respectivo, é feito medianteassistência dos pais ou, se um deles for falecido ou declaro ausente, o outro deve comparecer. 

Casos Em Que o Reconhecimento de Firma é Vedado 

As situações abaixo impedem que o reconhecimento de firma do documento. Confira: 

• Se o documento não tiver sido preenchido corretamente; 

• Se o documento apresentar rasuras ou estiver danificado; 

• Se estiver com data futura; 

• Se constituir exclusivamente um cartão de autógrafo que tenha sido confeccionado para o uso interno de estabelecimento creditício, bancário ou financeiro; 

• Se o documento tiver sido impresso em papel que se apague com o tempo, como papel térmico para fac-símile; 

• Se o documento tiver sido redigido a lápis, ou com outro item que se apague com o passar do tempo, 

• Ou ainda que tenha assinaturas a serem reconhecidas fotocopiadas ou digitalizadas. 

O Que Fazer Com Cartão de Crédito Não Autorizado?

O Que Fazer Com Cartão de Crédito Não Autorizado?

Quando usamos o cartão de crédito para pagar as compras, sempre dá um friozinho na barriga de medo de o cartão ser recusado. Mesmo que a gente saiba que está com a fatura em dia, é comum sentirmos esse receio, por que há muitos erros que acontecem por diversos outros motivos, que não a falta de pagamento. 

Por isso, se esse tipo de situação acontecer, é bom conhecermos o motivo do erro para sabermos como resolvê-lo. 

Um dos problemas muito comuns de acontecer é “cartão não autorizado”. Nesse caso, não adianta nada argumentar e muito menos brigar com o lojista, dizendo que sua fatura está paga. A melhor alternativa mesmo é sempre ter uma segunda opção de pagamento. Em geral, isso acontece por algum problema no sistema do banco ou no sistema de verificação da máquina de cartão. 

Erros Relacionados Com a Mensagem “Cartão Não Autorizado” 

Os erros de códigos 04, 07, 41, 54, 62 e 63 estão relacionados com restrições no cartão. Para resolver, a única alternativa é contatar a instituição emissora do cartão para entender o que pode ter acontecido. Comexceção do código 54, que significa cartão vencido, os demais erros podem significar um bloqueio por medida de segurança, seja por que houve uma compra em valor muito alto, diferente das realizadas normalmente pelo titular do cartão, ou ainda pode indicar a inclusão do nome da pessoa nos serviços de proteção ao crédito, como SPC ou SERASA. De qualquer forma, o ideal mesmo é entrar em contato com o emissor do cartão para saber exatamente o que aconteceu. 

Quanto aos erros 05, 07, 12, 41, 51, 57 e 196, esses estão relacionados com a instituição financeira responsável por emitir o cartão e relacionam-se também ao banco. Em geral, esses erros podem significar que o limite do cartão foi estourado. 

Se acontecer o erro 51, pode ser preciso pagar a fatura avulsa para que seja liberado limite. E ainda aguardar cerca de 24 horas ou o próximo dia útil para a liberação do cartão. 

Se acontecer o erro 196, é bom solicitar ao lojista que tente mais uma vez, pois pode ter havido algum erro de digitação. 

Quando acontecer os erros seguintes: 03, 08, 12, 13, 14, 15, 82 ou N7, pode ser que alguma informação sobre a transação ou sobre o cartão esteja incorreta. Seja o tipo de cartão, o emissor, o código de segurança, ou outra informação qualquer. Nesse caso, é preciso apenas corrigir a informação que o problema estará resolvido. Se o sistema de pagamento também for incompatível com o cartão de crédito, esse problema também poderá acontecer. Nesse caso, é só substituir o cartão por um que seja compatível. 

Outros códigos que também podem aparecer são 91, 213, 215, 244, 995, 997 e 999. Eles são indicativos de que está acontecendo algum problema com o sistema de pagamentos ou ainda com o sistema da instituição financeira ou do banco. Para resolver, basta aguardar alguns minutos e tentar novamente, ou optar por outra forma de pagamento, se o problema persistir. 

Como as pessoas geralmente não sabem os significados dos erros que acontecem com os cartões, sempre ficamos constrangidos. É muito desagradável e muitos lojistas podem até pensar que o consumidor está inadimplente. O que nem sempre é verdade. Como vimos, uma grande variedade de problemas nada tem a ver com o pagamento da fatura. Por isso, é recomendável ter sempre outra opção de pagamento, para evitar situações tão desagradáveis. E se informar também sobre as causas. É muito comum os bancos bloquearem cartões de crédito por suspeita de fraude. Por isso, se acontecer uma situação semelhante com você, o melhor é sempre contatar o emissor do cartão para esclarecer, antes de brigar com o lojista. 

Como Usar o Cartão de Crédito em Compras Online – Pela Internet

Como Usar o Cartão de Crédito em Compras Online – Pela Internet

A internet oferece inúmeras facilidades para a nossa vida. Por meio dela, temos acesso a uma variedade de serviços sem precisar sair de casa. E é pela internet também que hoje podemos comprar inúmeros produtos e até serviços com uma enorme facilidade, parcelar em várias vezes e, na maioria das vezes, compramos por um preço bem mais barato. 

São tantos atrativos que o comércio eletrônico oferece, que ele vem ganhando cada vez mais espaço na vida dos consumidores. 

Para quem não tem tempo ou não quer sair para fazer compras, pode escolher os produtos que desejar, comparar preços e condições de pagamento e entrega com uma enorme facilidade. Basta um celular, tablet ou computador e acesso à internet. Podemos encontrar milhares de ofertas todos os dias, aguardar as promoções e receber a mercadoria em nossas casas com toda a segurança. 

Como Comprar Pela Internet Com Segurança? 

As vendas pela internet vêm substituindo as formas tradicionais de comercializar produtos. Mas, ainda assim, é preciso ficar atento quando for usar essa opção. Isso por que, como em tudo na vida, sempre existem pessoas de má fé que estão só esperando uma oportunidade de fazer o mal para os outros. Para não cair em fraudes, separamos algumas dicas de como realizar as suas compras pela internet de forma segura. Confira abaixo: 

 Pesquise sobre o fornecedor: informe-se sobre os seus dados cadastrais, como endereço, CNPJ, e-mail, telefone e razão social. Se o fornecedor não tiver canais de comunicação, oferecer apenas um telefone, por exemplo, desconfie. O consumidor precisa ter várias opções de contato com o fornecedor, para o caso de precisar sanar dúvidas ou resolver algum problema. 

• Segurança eletrônica: antes de informar os seus dados pessoais, documentos e número do cartão, verifique se o endereço eletrônico começa com “https” e se existe um cadeado colorido e fechado. Clicando nesse cadeado, deve aparecer o certificado de segurança daquele site. Não realize suas compras em computadores públicos. Instale e atualize sempre antivírus e o firewall. Evite usar a mesma senha em site, toque com frequência.  

• Compare os preços: outra dica importante é sempre comparar os preços antes de finalizar a compra. Se possível, verifique não só em outros sites, como também em lojas físicas. Se a diferença for muito discrepante, desconfie. 

• Verifique se o produto é confiável: compare o produto que escolheu com outras marcas. E verifique se o produto ou serviço que está adquirindo está inscrito no órgão específico, se for o caso. Os produtos e os serviços relacionados à saúde, alimentação e à estética por exemplo, devem estar registrados na Anvisa. 

• Direito de arrependimento: em todas as compras online, o consumidor tem o prazo de 7 dias úteis, a contar da data de recebimento do produto, para se arrepender da compra e devolver o produto. Para isso, basta entrar em contato com o fornecedor e solicitar o cancelamento do seu pedido e a devolução. Nesse caso, o fornecedor não pode exigir que o consumidor não tenha aberto a embalagem. 

Como Comprar Pela Internet Com Cartão de Crédito? 

Vejamos agora como efetuar a compra usando o cartão. Para começar, a pessoa precisa escolher o produto que deseja, comparar com outras lojas e marcas, e tomar todas as medidas de segurança que informamos. Depois de escolhido o produto, deve clicar em “comprar”, ou em “adicionar ao carrinho de compras”, de acordo com cada site. Em seguida, se o consumidor já tiver cadastro no site, é só acessar a área do cliente usando seu login e senha. Se não tiver cadastro, deve preencher o formulário e se cadastrar. Em seguida, aparecerá o produto escolhido e o valor. Embaixo, digite o CEP para o cálculo do frete, e o valor total da compra com frete aparecerá. O próximo passo é informar a bandeira do cartão, os dados do mesmo, código de segurança, nome do titular do cartão, validade e a quantidade de parcelas que deseja dividir, conforme permitido pela loja. Um e-mail de confirmação será enviado para o e-mail informado e o cliente poderá acompanhar a entrega do seu produto. 

Como Funciona o Limite de Crediário

Como Funciona o Limite de Crediário

O crediário era uma forma muito comum de financiarmos as nossas compras. Os carnês eram uma das formas usadas de crediário. Eles eram feitos na própria loja e eram as alternativas usadas antes da democratização dos cartões de crédito.  

Essa opção de pagamento ainda existe em alguns lugares, mas estão perdendo o seu espaço para as instituiçõesfinanceiras, para os bancos e para as operadoras de cartão.  

Limite de Crediário 

O momento de definir o limite do crediário é um dos mais importantes quando se trata de vendas no crediário. Para manter a saúde financeira da empresa, é importante definir com antecedência quais as regras serão seguidas para as vendas a prazo. E como proceder quando algum cliente atrasar o pagamento. Além do mais, é importante: 

• Definir o seu público alvo. Quais critérios serão adotados no momento de avaliar o cliente? Escolha o perfil do cliente que deseja alcançar. 

• A abertura do crediário deve permitir a abertura de crédito para o consumidor sem comprometer as finanças da loja. 

• Mantenha o cadastro dos seus clientes sempre atualizado e organizado. De acordo com ele, será possível calcular qual o limite de crédito disponibilizar para determinado cliente e até quantas parcelas seria o ideal para ele, de acordo com o seu perfil. 

• Esteja preparado para possíveis inadimplências. É preciso assumir alguns riscos para pôr em prática essa forma de financiamento. Estendendo os prazos de pagamento, é possível que o lojista esteja aumentando a possibilidade de inadimplência. É bom que ele saiba disso e esteja preparado. Existe um nível de risco que o comerciante deve expor para conseguir alavancar as suas vendas. 

Vantagens do Crediário 

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o crediário pode ser uma ótima forma de financiar as suas compras. Confira abaixo as principais vantagens que essa alternativa oferece tanto para o consumidor quanto para o lojista: 

• Prazos mais longos de financiamentos: como uma estratégia de alavancar as vendas, algumas lojas oferecem crediário próprio e oferecem um prazo de pagamento mais longo que os cartões de crédito. O financiamento pode chegar a até 48 vezes. Enquanto que os cartões de crédito, geralmente, oferecem o parcelamento de até 12 vezes. 

• cliente pode negociar com o vendedor: o consumidor pode conversar com o lojista e tentar negociar uma taxa de juros menor, ou mesma o corte dos mesmos, caso o cliente tenha um bom histórico de pagamentos. 

• Juros menores: embora o prazo de pagamento seja maior, as taxas de juros do crediário costumam ser menores que demais formas de financiamentos. Quando a empresa oferece esse tipo de benefício para o cliente, é por que possui uma boa estratégia de vendas e possui uma certa folga financeira. Com isso, ela consegue facilitar um pouco mais para o consumidor. 

• Fidelização de clientes: quando se fala em benefícios para o lojista, o principal deles é que ele conquista os seus clientes com tantas facilidades. O lojista pode ainda oferecer certos prêmios para que o seu cliente possa sempre lhe dar a preferência, como parcelamentos sem entrada, o cliente com bom histórico de pagamento pode ganhar um prazo mais estendido de pagamento, um cartão fidelidades, juros menores, ou ainda maiores limites de compras. Fica a critério do lojista. 

• Contribui para o aumento das vendas: além de todos os benefícios citados, o crediário pode ser um bom aliado para o lojista que precisa alavancar as suas vendas. Nem todas as pessoas possuem cartão de crédito. E, mesmo aqueles que têm, podem preferir o crediário a ele, desde que as opções sejam mais favoráveis. 

Como Funciona o Extrato Bancário

Como Funciona o Extrato Bancário

O extrato bancário é um documento que contém todas as movimentações feitas em uma conta bancária. Onde identificamos a letra “C”, indica que houve um crédito. E onde está a letra “D”, é sinal de que houve um débito. Por meio do extrato, podemos identificar todas as movimentações que aconteceram em determinado período de tempo, o saldo disponível na conta, se o correntista possui de limite e de quanto é esse limite.  

É possível acompanhar ainda todas as transações feitas com o cartão de débito, pois os valores são descontados diretamente na conta do usuário. Em alguns bancos, também é possível acompanhar até mesmo as movimentações do cartão de crédito. Outra coisa muito importante que podemos verificar em nosso extrato bancário são as apresentações de cheques em nossa conta. E, caso haja alguma devolução, é possível saber também quais deles foram devolvidos por não terem fundos. O cliente também poderá ainda verificar todas as taxas cobradas em sua conta por meio do extrato. 

O usuário pode solicitar o seu extrato a qualquer momento. Mas é bom verificar se o seu banco cobra pelo documento em caso de impressão em caixas eletrônicos. É possível retirá-lo também online, pelo internetbanking, em uma agência bancária e pelo telefone. 

Tipos de Extratos Bancários 

Podemos considerar três tipos diferentes e extratos bancários, conforme abaixo: 

 Extrato bancário comum: esse extrato é o resumo das movimentações feitas em uma conta em determinado período de tempo. E pode ser consultado pelo cliente a qualquer momento. Lembrando que é comum os bancos estabelecerem um limite de extratos impressos grátis permitidos ao cliente retirar por mês em caixas eletrônicos. Porém, se forem retirados pela internet, não são cobradas taxas.  

• Extrato mensal consolidado: nesse extrato estão impressas todas as transações que foram realizadas dentro do mês. Se o cliente deseja receber esse extrato todo mês, em alguns casos ele precisará entrar em contato com o gerente. 

Extrato anual consolidado: esse extrato contém todas as movimentações feitas durante o ano na conta do cliente, assinalando todas as taxas cobradas no período. É um extrato que não pode ser cobrado pelo banco, que deve enviar para o cliente sem custos. 

Entendendo o Extrato Bancário 

extrato apresenta as informações em ordem crescente. A transações mais antigas serão as primeiras a serem apresentadas. E as mais recentes poderão ser consultadas na parte inferior do extrato. 

O primeiro saldo que aparece no documento é o saldo inicial daquele período. O saldo atual estará no final do extrato. É bom ficar atendo e observar bem as informações. É comum os baixos informarem o saldo do cheque especial no extrato. E isso pode confundir um pouco, e nos fazer pensarmos que temos mais dinheiro do que pensávamos. 

Ainda estarão informados no extrato todas as taxas e os encargos. Assim, o cliente terá como verificar se os valores cobrados estão de acordo com o seu pacote de serviços contratado. 

Entender o seu extrato bancário é muito importante e pode te ajudar a manter um bom controle financeiro. Quem sabe até negociar valores de taxas com o seu gerente. 

Hoje em dia, os clientes contam com a facilidade da internet para acompanharem as movimentações em sua conta sem a necessidade de se dirigirem a uma agência bancária ou caixa eletrônico. Sem contar que, verificando o seu extrato pela internet, não é cobrada nenhuma tarifa, como já dissemos. Basta selecionar o período desejado e conferir tudo o que desejar, como a quantidade de saques feitos e os valores, os depósitos, e demais informações importantes. Tenha em mãos, de forma resumida, tudo o que acontece em sua conta todos os meses. 

O Que Significam os Números do Cartão: Veja Cada Um Deles 

O Que Significam os Números do Cartão: Veja Cada Um Deles

Uma das formas de pagamento mais usadas hoje em dia é cartão de crédito. É uma tarefa muito difícil encontrar quem nunca teve ou não tem um. Nos últimos tempos, ficou ainda mais perigoso andar com dinheiro na bolsa, por que os roubos aumentaram assustadoramente. E os cheque, que antes eram uma  das principais formas de pagamento, estão caindo em desuso. Até por que eles costumam causam muitos problemas para o emissor. 

Uma questão importante é que a grande maioria das pessoas não sabe o que significam os números informados no cartão. Em geral, as pessoas nem se atentam para essa informação. Podem até pensar que estão ali aleatoriamente, sem conter nenhum significado importante. Vamos conhecer abaixo o que cada um desses números descritos no cartão representam: 

• Os 6 primeiros dígitos referem-se à bandeira do cartão. Mastercard usa os números 51, 52, 53, 54 e 55. Visa adota o número 4 no início. American Expressa usa o 34 ou o 37. São padrões adotados internacionalmente edefinidos pela ISO/IEC 7812, no ano de 1989. O objetivo era padronizar as movimentações financeiras. 

• Os cartões de crédito, também de acordo com a norma, podem começar apenas com os números 3, 4, 5 e 6. 

• Os primeiros números da fileira significam os sistemas de fidelidade, etc. 

• Os outros números são usados para identificar o cliente, identificar agência bancária, quais são as bandeiras que aquele cliente pode usar, entre outras coisas. 

• Na parte traseira do cartão existem três números. Eles representam mais uma ferramenta de segurança. Eles são feitos pela instituição que emite o cartão. O cálculo desses números é feito assim que os dados do usuário são criptografados e é definida a data de validade do cartão. 

• O último número do cartão é considerado o mais importante. É um verificador de segurança criado por um engenheiro da IBM chamado Hans Peter Lunh. Esse algoritmo é usado para garantir a segurança do usuário, pois impede que o cartão seja clonado por hackers. 

Vantagens do Cartão de Crédito 

Além de segurança, o cartão de crédito ainda oferece várias vantagens para o usuário. Vejamos abaixo as principais delas: 

• Poder de compra: quase sempre quando saímos de casa, encontramos na rua alguma coisa que precisamos muito e, que por vezes, está em oferta. Ou seja, o momento exato para comprarmos o item. Mas nem sempre temos o dinheiro em mãos na hora. Quem tem o cartão de crédito pode ter um forte aliado nessa hora. Já que ele permite comprar o item sem juros e com um bom prazo para pagar. E hoje em dia, quase 100% dos estabelecimentos comerciais aceitam pagamentos em cartão. 

 Conveniência: uma vez que seu cartão de crédito está com você, se avistar algo que precisa muito comprar, você não precisa se dirigir ao banco, ou caixa eletrônico, para sacar o dinheiro. Além do mais, as compras podem ser feitas até mesmo sem sair de casa e a qualquer hora. 

 Economia: para quem pensa que o cartão não ajuda a economizar, está muito enganado. Quem tem cartão de crédito pode realizar compras pela internet, onde os preços, quase sempre, são bem mais baixos que os preços das lojas físicas. E ainda dividir de várias vezes e sem juros e ganhar até 40 dias para pagar. Ou seja, você terá tempo para se organizar até que a fatura chegue. Para isso, basta identificar o melhor dia para compra no seu cartão. 

 Imprevistos: para quem pensa que imprevistos não acontecem, está muito enganado. E o cartão de crédito pode ajudar nesse momento também. A grande parte das pessoas não guarda uma parte do seu salário, não tem nenhuma reserva de emergência. Isso pode causar um grande problema. Mas, se ela tiver um cartão de crédito, poderesolver a questão, dependendo do que seu limite. Um exemplo é um problema de saúde repentino. Isso não dá para esperar até que a pessoa consiga dinheiro. A solução é recorrer ao cartão de crédito.

Como Fazer a Declaração de Imposto de Renda Sem Contador

Como Fazer a Declaração de Imposto de Renda Sem Contador

A Declaração de Imposto de Renda precisa ser apresentada todos os anos. No entanto, o que mais acontece é as pessoas deixaram para fazer a sua declaração em cima da hora de entregar. 

Uma dúvida muito comum que as pessoas têm é sobre a necessidade de contratar um contador para elaborar a declaração. Será que é realmente preciso ou posso fazer a minha declaração sem precisar de um contador? 

A resposta é sim. Qualquer pessoa pode fazer a sua própria declaração do imposto de renda. Para ter em mãos todos os documentos que precisa e baixar o programa da Receita Federal. Para ajudar, separamos abaixo o que precisa ser feito para que tudo corra bem. Confira: 

• Fique sempre de olho no calendário: é preciso ficar de olho ao prazo de entrega das declarações. Muita gente costuma deixar para a última hora e acabar se esquecendo. Normalmente, o período de entrega começa no início do mês, e se estende por cerca de mais 2 dois meses. Ou seja, dá tempo de sobra de enviar sem problemas. E asrestituições começam a ser pagas em junho e vão até dezembro. Cada mês é restituído um lote. 

• Obrigatoriedade: a outra coisa que o contribuinte precisa verificar e sem ele realmente precisa declarar o imposto naquele ano. Em 2018, era obrigado a declarar quem se enquadrava em uma das situações informadas abaixo, conforme Instrução Normativa RFB nº 1.794, de 23 de fevereiro de 2018. 

Critérios                                    Condições 

Renda                                             – recebeu rendimentos tributáveis , sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma anual                                                          foi superior a R$ 28.559,70;
– recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte,                                                          cuja soma foi superior a R$ 40.000,00.

Ganho de capital                         – obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito    e operações em                          à  incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias,  bolsa de valores                           de futuros e assemelhadas;
– optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital                                                                  auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à                                                                aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no País, no prazo de 180                                                                (cento e oitenta) dias contados da celebração do contrato de venda, nos termos do art.                                                          39 da Lei nº 11.196, de 21 de novembro de 2005.

Atividade rural                            – relativamente à atividade rural: 

                                                       a) obteve receita bruta anual em valor superior a R$ 142.798,50 

                                                       b) pretenda compensar, no ano-calendário de 2017 ou posteriores, prejuízos de anos-                                                           calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2017. 

Bens e direitos                             – teve a posse ou a propriedade, em 31 de dezembro de 2017, de bens ou direitos,                                                                   inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00. 

Condição de residente               – passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nessa condição se              no Brasil                                       encontrava em 31 de dezembro de 2017. 

 Informar cada dado no campo certo: Antes de entregar a sua declaração, confira se todas as informações estão o local certo. Embora o programa da Receita Federal seja muito detalhado e com informações bem claras, pode ser que surjam algumas dúvidas. Esse tipo de erro pode fazer com que o contribuinte caia na famosa e temida “malha fina”. Em caso de dúvidas, procure alguém que já tenha entregue declarações antes para esclarecê-las antes de enviar. 

 Digitar os dados errados: assim como o erro acima, escrever os dados com erros também é um problema comum de acontecer. Esquecer algum dígito ou letra pode trazer muitos problemas no futuro. Por isso, fique atento e, antes de enviar a declaração, confira todos os dados e revise quantas vezes achar necessário. 

Não deixe para a última hora: quem tem o costume de deixar para entregar a declaração na última hora pode encontrar o sistema congestionado e acabar perdendo o prazo de entrega. Para quem se esquecer de enviar com tempo ou tiver deixado para a última hora, a recomendação é enviar mesmo que esteja incompleta ou até em branco. Assim, evita-se o pagamento de multa pode atraso, que é 1% ao mês sobre o imposto dvido, seno que o valor mínimo é de R$ 165,74. 

       

Cartão Hipercard: Como Solicitar e Conseguir Segunda Via da Fatura

Cartão Hipercard: Como Solicitar e Conseguir Segunda Via da Fatura

O cartão de crédito Hipercard é uma excelente opção para quem está correndo de pagar anuidade. Ele oferece ainda vários outros benefícios para os seus usuários. Com esse cartão, é possível escolher entre duas opções diferentes de limites. Um dele é o rotativo, onde as compras são pagas à vista, e a outra opção é para aquelas pessoas que preferem parcelar as suas compras. Até por porque, o parcelamento é uma das grandes vantagens de um cartão de crédito. 

Como Solicitar o Cartão de Crédito Hipercard? 

Todas as pessoas maiores de 18 anos, profissionais liberais, autônomos, aposentados, assalariados ou funcionário público pode ter um cartão. Para isso, é preciso ir até uma loja Super Preço, Walmart, Big, Hiper Bompreço ou Sam’s Club, levando consigo os seguintes documentos: CPF, documento de identidade, comprovante de residência em nome da própria pessoa ou do seu cônjuge. Lá, será feita a solicitação do cartão. 

Se preferir, pode também solicitar pela internet. Porém, a entrega demora um pouco mais. O pedido é feito da seguinte forma: o primeiro passo é acessar o site “Cartões Hiper“, e escolher o cartão que deseja. Em seguida, será preciso informar os números do RG, CPF, e também qual o endereço, a renda e a profissão do solicitante. Feito isso, basta aguardar até a conclusão da análise dos dados. Caso a proposta seja aprovada, o cartão será enviado para o endereço informado. 

Como Retirar a Segunda Via da Fatura o Cartão de Crédito Hipercard? 

Todos os meses antes da data de vencimento, o usuário receberá a sua fatura em casa. Caso aconteça algum problema e a fatura não chegue, é bom saber que também podemos retirá-la pela internet. Essa é uma excelente alternativa para quem não quer pagar juros e multas desnecessários pelo atraso no pagamento da fatura. Para isso, basta acessar o site www.hipercard.com.br e informar o número do seu cartão. Em seguida o usuário será direcionado para a área restrita do cliente, onde poderá consultar, além da sua fatura, o seu extrato detalhado, assim como dos cartões adicionais, os seus limites de crédito, a data de vencimento, o saldo devedor, e muito mais. Basta seguir o passo a passo informado na área do cliente para ter acesso à todas as informações relativas ao seu cartão. 

Benefícios do Cartão de Crédito Hipercard 

• Você não paga anuidade; 

• Se desejar ter cartões adicionais, você não paga nada mais por isso; 

• O pagamento da fatura pode ser feito em qualquer banco ou em uma unidade Walmart Brasil; 

• Dois limites de crédito. Existe um limite exclusivo para as compras parceladas e um rotativo para as compras à vista; 

• O pagamento mínimo é de 17%; 

• Cartão preferencial nas unidades do WalmartSuperCenterBomPreço, Nacional, BIG, HiperBomPreço, Todo Dia, Mercadorama, e muitos outros, 

• O cartão Hipercard é aceito em mais de 1 milhão de estabelecimentos conveniados com a Rede. 

Central de Atendimento do Cartão Hipercard 

Tanto o Hipercard quanto o Itaucard possuem a mesma Central de Atendimento. Quando precisar, o usuário poderá entrar em contato pelos telefones 3003-3030 (regiões metropolitanas) ou pelo 0800-720-3030 (outras regiões). O horário de funcionamento é de segunda a sábado, de 06h às 22h, com exceção de feriados. Através do atendimento, o usuário pode solicitar o bloqueio e desbloqueio do cartão, verificar o limite disponível no cartão, solicitar o código de barras, fazer alguma solicitação, entre outros. 

Além disso, o Hipercard ainda disponibiliza aos seus clientes o SAC, Serviço de Apoio ao Cliente. Um serviço exclusivo para o registro de reclamações, solicitação de cancelamento do cartão e informações diversas. O telefone do SAC é 0800-720-0030 para todas as localidades. O seu funcionamento 24 horas, todos os dias da semana.