Como Receber o Bolsa Família na Poupança?

O Programa Bolsa Família é um programa do Governo Federal, destinado às famílias de baixa renda. O objetivo é garantir o direito à alimentação, à saúde e à educação para essas famílias. O banco responsável pelo pagamento é a Caixa Econômica Federal. 

As famílias beneficiadas com o programa recebem um cartão magnético para sacar o dinheiro todos os meses. E o saque pode ser feito em casas lotéricas espalhadas pelo país inteiro e também em qualquer agência da Caixa Econômica. 

A retirada do dinheiro pode ser feita de duas formas distintas: o beneficiário pode ir até um terminal de autoatendimento e realizar o saque, usando o seu cartão do Bolsa Família. Ou, se preferir, pode solicitar uma senha e ir até a boca do caixa. Lá, o atendente consegue realizar o pagamento do valor do benefício. Caso a pessoa não tenha o cartão, ela poderá receber também com o número do NIS, a carteira de identidade e o seu CPF. Para obtê-lo, é preciso ir até a sede do programa Bolsa Família do município que eles podem fornecer esse número. 

É Possível Receber o Bolsa Família Em Uma Conta Poupança? 

Quem está acostumado a receber o Bolsa Família todos os meses, já estava familiarizado com as formas que apresentamos de sacar o dinheiro. O que muita gente ainda não sabe, é que agora existe uma nova opção para receber o benefício. Agora, os beneficiários do Bolsa Família podem receber o seu dinheiro diretamente na conta poupança. E isso é possível usando a Poupança Caixa Fácil.  

O valor a receber referente ao benefício poderá ser creditado diretamente na conta poupança. Além do mais, quem abre uma Poupança Caixa Fácil recebe um cartão de débito, que poderá ser usado para realizar, além do saque, consultas de saldo e de extratos e até compras, desde que tenha saldo na conta. 

Como Abrir Uma Conta Poupança Caixa Fácil? 

A abertura da conta é muito simples. É preciso ir até uma casa lotérica ou em uma agência da Caixa Econômica Federal, levando consigo o documento de identidade (RG) e o CPF. O comprovante de residência não é obrigatório nesse caso. 

Após a abertura da conta, a Caixa enviará o cartão da Poupança Caixa Fácil em até 10 dias úteis. A partir do próximo mês, o pagamento do benefício já deverá ser creditado na conta. 

A abertura da Poupança Caixa Fácil não é obrigatória. Somente se o Responsável Familiar desejar, é que a conta poderá ser aberta. Não há nenhuma exigência quanto a isso. Ainda que a pessoa opte por não abrir a conta, o recebimento do seu benefício não será interrompido. 

Vantagens da Poupança Caixa Fácil 

Para quem ficou curioso, separamos abaixo as principais vantagens que a conta Poupança Caixa Fácil oferece. Confira: 

• Os beneficiários do Programa Bolsa Família podem realizar até dois saques parciais do benefício gratuitos por mês. 

• A Poupança Caixa Fácil é isenta da cobrança de taxa de manutenção e também não tem limite de cheque especial. =

 Se desejar, também é permitido deixar uma parte do dinheiro na conta, rendendo juros. Assim, a pessoa faz uma poupança para ter mais segurança e casos de imprevistos. 

 O cartão de débito da conta poderá ser usado para fazer compras em todos os estabelecimentos que aceitem a bandeira ELO. 

 O titular da conta também pode retirar até 2 extratos mensais gratuitos, em casas lotéricas, caixas eletrônicos ou em comércios que tenham a marca CAIXA Aqui. Dessa forma, fica mais fácil controlar toda a movimentação que acontece na conta. 

Essa é uma boa oportunidade para quem deseja ter uma conta poupança que, além de poder receber o benefício com tranquilidade, ainda pode deixar uma parte do dinheiro guardo todos os meses, rendendo juros. 

Cartão BNDES: Como Funciona e Como Fazer?

Cartão BNDES: Como Funciona e Como Fazer?

Um empresário que possui uma micro, pequena ou uma média empresa, que lucrem até 90 milhões por ano, e que queira ampliar o seu negócio, tem a chance de solicitar uma opção de crédito ideal para o seu negócio.  

Isso porque o BNDES, ou Banco Nacional do Desenvolvimento, oferece um cartão que o empresário pode usar para financiar a compra d materiais, insumos e serviços de que necessita. As taxas de juros são bem menores que as praticadas pelo mercado, com o objetivo de impulsionar o crescimento do negócio. 

O cartão de crédito do BNDES possui as principais funções que um cartão de crédito comum possui. O cliente pode até parcelar as suas compras, desde que o não ultrapasse o limite que o banco determinou. 

Uma outra característica do cartão BNDES é que, com ele, o empresário não consegue pagar nenhuma compra à vista. Exatamente por ele ser um cartão específico para financiamento. Caso a pessoa queira antecipar o pagamento de alguma parcela, deverá contatar o banco que emitiu o cartão. 

Para que esse crédito seja concedido, existe uma cobrança de taxa já pré-fixada, e ele permanece a mesma desde o início até o fim do pagamento. Não existe cobrança de anuidade e há ainda uma outra taxa, que é a de abertura de crédito. O valor dela varia de um banco para outro. 

Para solicitar o cartão, é preciso que a pessoa seja correntista do banco, pois o débito das prestações acontece diretamente na conta corrente, de forma automática. Atualmente, os bancos que emitem o cartão do BNDES são: Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Santander, Banco do Nordeste, Bradesco, Banestes, Sicredi, Banrisul, Sicoob e Itaú. 

Como Solicitar Um Cartão do BNDES? 

Existem duas formas de solicitar, pelo site e pelo banco. Confira abaixo: 

Pelo site do BNDES: 

• É preciso acessar o portal de operações do cartão BNDES e clicar no link “solicite o seu cartão”. 

 Em seguida, deve-se informar o CNPJ e a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE). 

 Agora, é a hora de informar o banco em irá fazer o seu cartão. Mas lembre-se que é preciso ter uma conta corrente no banco. 

 Depois, é só preencher a proposta de solicitação do cartão e apresentar a documentação solicitada. 

Pelo banco: 

• É preciso que o empresário se dirija a uma agência bancária onde fará a solicitação do cartão, de posse dos seguintes documentos: Contrato Social da empresa, Balanço Patrimonial, ata de eleição dos administradores, certidão de regularidade do FGTS e a Certidão Negativa de Débito (CND). Caso a documentação esteja toda correta, o cartão será emitido em cerca de 30 dias corridos. 

Pode ser que o banco solicite alguma outra documentação além dessas informadas. 

Para Quem se Destina o Cartão do BNDES? 

Para os empresários donos de micro, pequenas e médias empresas, cujo faturamento seja de até 90 milhões por ano, e que tenham sua sede no Brasil. Não têm direito de solicitar o cartão pessoas físicas, produtores rurais que não possuam CNPJ, além de algumas outras atividades econômicas que são consideradas incompatíveis com a política de crédito do BNDE como, por exemplo, atividades bancárias, uma vez que já recebem incentivos fiscais, os donos de motéis, o comércio de armas e saunas. 

Para o BNDES, não existe um tempo mínimo de mercado para solicitar o cartão. Porém, o banco tem a liberdade de exigir.  

Outra informação importante é que a empresa não pode ter nenhuma irregularidade no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), nem no pagamento do INSS, nos tributos federais e nem na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).