Quando as Dívidas Caducam? 5 Anos?

Quando as Dívidas Caducam? 5 Anos?

Ter o nome negativado é algo muito comum atualmente. Seja pelo desemprego, seja pelos juros altos, seja pela falta de planejamento mesmo, e outros. A questão é que, se a dívida não for paga, o consumidor ficará com o nome negativado por um longo período.

Todo mundo já deve ter ouvido dizer que uma dívida caduca depois de 5 anos. Que ela desaparece, do nada, após esse período. Algumas pessoas costumam, até mesmo, deixar o nome “sujar” na certeza de que, após 5 anos, eles não precisarão mais pagar a dívida e ainda terão o seu nome limpo novamente. Mas, até que ponto isso é verdade? Será que as coisas funcionam mesmo desse jeito? Há diferença entre uma dívida “caducar” e “prescrever”? Daremos mais detalhes sobre essas questões a seguir.

Quando Uma Dívida Caduca?

O conceito de caducar é bem diferente do que as pessoas pensam normalmente. Uma dívida caduca, ou decai, quando não há comunicado emitido pela empresa dentro de 5 anos, a partir do próximo exercício. Sendo assim, se, no prazo que for estipulado em lei, o usuário não receber a cobrança, então a dívida é extinta e não há necessidade de ser paga.

Quando Uma Dívida Prescreve?

Uma dívida prescreve quando o governo deixa de cobrar o débito após ser constatada a inadimplência. Ou seja, o contribuinte recebe o comunicado de pagamento, mas não quita a dívida. Com isso, ele entra para o cadastro de Dívida Ativa. Após essa fase, o governo tem 5 anos de prazo para poder cobrar ou então executar a dívida. Se isso não ocorrer dentro desse prazo, a dívida prescreve e o contribuinte não precisa mais pagar, e nem pode mais ser cobrado.

Nome Sujo Caduca?

O CDC (Código de Defesa do Consumidor) assegura que, se o consumidor estiver com o nome negativado no SPS ou na Serasa, após 5 anos o seu nome deverá ser retirado. Ou seja, ficará limpo automaticamente. No entanto, mesmo que o seu nome fique limpo, a empresa que o consumidor deve continuará com a cobrança. Além do mais, o histórico de consumo da pessoa continua disponível para o mercado. Isso pode prejudicar o consumidor no momento de solicitar um crédito, por exemplo.

De forma geral, não convém deixar uma dívida caducar. Isso pode causar muitos transtornos para a pessoa pois, certamente, encontrará muitos obstáculos para contratar empréstimos, financiamentos, solicitar um cartão de crédito, etc. Pois as empresas não terão nenhuma garantia de que o consumidor irá arcar com as suas dívidas. E o pior é que, em caso de alguma emergência, não terá como recorrer a nenhuma linha de crédito. É importante pensarmos no futuro e estarmos sempre em dias com as nossas obrigações.

Como Faço Para Negociar Dívidas?

Antes de mais nada, você precisa saber de quanto dispõe mensalmente. Faça uma lista com todas as suas despesas mensais e corte tudo o que for supérfluo. Elabore você mesmo uma proposta para apresentar para a instituição a quem está devendo. Mas faça uma proposta que você possa pagar. Em seguida, procure a instituição e tente negociar parcelas que caibam no seu bolso.

É Verdade Que ss Dívidas de Cartão de Crédito e Banco Caducam?

É comum essas instituições cobrarem incansavelmente as dívidas. No entanto, chega um momento em que elas percebem que não está surtindo nenhum efeito e, dependendo do valor da dívida, elas vendem para empresas especializadas em cobranças.

Se as dívidas forem muito baixas, os custos jurídicos podem superar o seu valor, não sendo viável dar seguimento. Mas, ainda assim, o consumidor continua devendo, e pode ser cobrado a qualquer momento.