Quem Tem Bolsa Família Pode Ter Cartão de Crédito?

O cartão do Bolsa Família é diferente de um cartão de crédito. Todos os beneficiários do Bolsa Família recebem um cartão para sacar o benefício. O cartão de crédito, ao contrário, é uma linha de crédito, já pré-aprovado, que possibilitam ao cliente realizar compras, parcelar e muito mais. 

Muitas pessoas que recebem o Bolsa Família se perguntam se não podem ter um cartão de crédito. A questão é que, para conseguir isso, é preciso que o cliente comprove renda na maioria dos casos. Como o Bolsa Família é um tipo de renda, entende-se que ele seja o suficiente para comprovar na hora de solicitar um cartão. 

Para ter uma linha de crédito aprovado, o banco irá analisar bem o perfil e a renda da pessoa que está solicitando o crédito. Cada banco tem a sua própria maneira de fazer essa análise. 

Em geral, a renda mínima para que uma instituição conceda empréstimo é de um salário mínimo. E, na grande maioria das vezes, quem tem apenas a renda do Bolsa Família não consegue ter a sua solicitação aprovada. 

Então, Como Fazer Para Ter Um Cartão de Crédito? 

Se você solicitou um cartão de crédito e a renda do Bolsa Família não foi o suficiente, existe uma outra maneira de você conseguir um cartão de crédito. Trata-se dos cartões de crédito de lojas online. Em geral, elas não pedem a comprovação de renda e a solicitação não passa por tanta burocracia. No entanto, o limite concedido não costuma ser muito alto.  

Os cartões dessas lojas costumam não ter a cobrança de anuidade, permitem o parcelamento de compras, além de oferecer bons descontos e melhores condições para os seus clientes. Porém, em alguns casos, pode ser que o seu uso seja limitado a alguns lugares. Por isso, vale a pena conferir antes de solicitar, quais os estabelecimentos onde poderá usar o seu cartão. 

Uma outra opção de cartão que não exige a comprovação de renda é o cartão pré-pago. Eles servem como uma espécie de conta, onde o próprio cliente deposita o dinheiro para usar mais tarde. Dessa forma, é possível controlar melhor os seus gastos. É bom para o cliente, que não corre o risco de se ver em meio a uma enorme dívida, e também para a instituição, que não corre o risco de o cliente não pagar a sua dívida. 

Uma desvantagem dos cartões pré-pagos é que eles cobram taxas no momento do carregamento e no momento de usá-lo. Por isso, é bom ficar atento a esses custos adicionais e verificar se realmente vale à pena. 

Um cartão de crédito é uma enorme facilidade para o nosso dia a dia. Mas é sempre bom pensar bem antes de ter um. A maioria das pessoas usa sem medida, às vezes, até sem necessidade. E esse é o grande problema. Quando a gente não tem, não tem problema. A partir do momento que você tem um cartão de crédito, inevitavelmente você irá usar. Até porque esse é o propósito. Mas, em muitos casos, um atraso na fatura, ou o pagamento da parcela mínima acabam se tornando uma verdadeira bola de neve. E, quando o consumidor menos espera, está envolvido em uma enorme dívida. 

É por isso que a gente deve analisar se realmente precisa de um cartão de crédito naquele momento. Se está precisando, será que terá condições de se controlar e não comprar por impulso? O cartão de crédito é muito bom mesmo, desde que seja usado da forma correta e nos momentos certos também. Ele existe para ajudar nas finanças, mas pode se tornar o grande vilão. 

Comentários (0)
Comentar