Posso Fazer Estorno de Um Débito? Como?

Posso Fazer Estorno de UDébito? Como?

Usar o cartão de crédito para pagar as compras é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum nos dias de hoje. E não só o cartão de crédito, como também o cartão de débito é muito usado para esse fim. 

Ele aumenta a segurança do consumidor, que não precisa andar com dinheiro em espécie pelas ruas. 

Ao pagar compras no cartão de débito, o consumidor não paga nenhuma taxa por isso. O valor do produto é descontado diretamente na conta do titular, e nenhuma outra taxa é cobrada. E o pagamento funciona da mesma forma como se estivéssemos retirando o valor na conta e pagando pela mercadoria. 

Confira abaixo algumas particularidades das compras pagas no cartão de débito: 

• Não tem fatura; 

• O valor da compra é descontado automaticamente na conta do titular do cartão; 

• Não aceita parcelamento, 

• Não existe a cobrança de juros. 

Diferente do que acontece com as compras feitas no cartão de crédito que: 

• Possui fatura mensal, que chega para o titular do cartão por e-mail ou em papel, no endereço informado; 

• O valor não é descontado na conta do titular; 

• É possível realizar o estorno das compras; 

• Aceita parcelamentos em várias vezes, dependendo do estabelecimento e do valor da compra, 

• E pode cobrar juros, conforma a política de cada loja ou da administradora do cartão. 

É Possível Estornar Compras Feitas no Cartão de Débito? 

Embora o uso do cartão de débito seja mais seguro e prático, alguns problemas podem acontecer, como o valor debitado ser maior do que do produto comprado. E a pessoa não perceber na hora de digitar a senha. Essa não é uma situação difícil de acontecer. Seja pela pressa, pela falta de atenção, as pessoas podem se distrair e não olhar o valor que estão pagando. 

Nesse caso, é possível estornar o valor pago no cartão de débito? Como resolver essa situação? 

Nesse tipo de situação, é possível solicitar o estorno do valor pago, que é a restituição do valor que foi debitado de forma indevida. Para isso, é preciso que o dono do cartão informe ao lojista no mesmo instante. Assim, ele passará o cartão do cliente mais uma vez na mesma máquina, para efetuar o estorno. Em seguida, será impresso o comprovante da transação, que o cliente deverá guardar bem, pois é a sua garantia que o procedimento para a devolução do seu dinheiro foi feito. 

O valor do estorno não cairá imediatamente na conta do cliente. Em geral, costuma demorar até 30 dias. Por isso é que é tão importante guardar o comprovante e acompanhar a movimentação da conta com frequência, para se certificar se o valor caiu ou não. 

Nenhum lojista pode se recusar a realizar o estorno, pois se trata de um erro, e o consumidor está protegido por lei. No entanto, se ele não conseguir efetuar a devolução do valor, o consumidor deverá ir ao banco para que o procedimento possa ser feito. 

Fique sempre atento ao usar o cartão de débito e também de crédito. Confira sempre o valor digitado antes de digitar a senha.  

Se perceber que há alguma compra indevida no seu cartão de crédito ou de débito, ligueimediatamente para a operadora do mesmo e solicite o estorno do valor. Se o problema não for resolvido, procure o Órgão de Defesa do Consumidor e registre uma queixa. E se mesmo assim não conseguir solucionar a questão, faça um Boletim de Ocorrência e procure um advogado. Pois você está sendo vítima de um crime e deve procurar reparação. O estorno é uma forma de garantir a segurança do consumidor.

Deixe um comentário