O Que é Uma TEC? Como Funciona e Quais os Prazos

O Que é Uma TEC? Como Funciona e Quais os Prazos

Uma TEC, ou Transferência Especial de Crédito, é um tipo de depósito que costuma causar uma certa dúvida na cabeça das pessoas que, geralmente, ficam se perguntando o que a sigla significa e de onde veio aquele dinheiro. 

No post de hoje, daremos mais detalhes do que é e de como a TEC funciona. Continue lendo. 

A TEC é uma forma de transferência de fundos, que pode ser feita tanto de uma pessoa física quanto de uma pessoa jurídica. O destinointermediário é uma instituição financeira, que fará um conjunto de transferências de crédito, que se destina a pessoas físicas ou pessoas jurídicas de outras instituições financeiras. Confira abaixo os componentes de uma transação tipo TEC: 

• A instituição financeira remetente, que atua como a intermediária da transação financeira para o remetente; 

• O remetente, responsável por ordenar a transferência de crédito; 

•  A instituição financeira destinatária, que atua como a intermediária da transação financeira para o destinatário, 

• E os beneficiários, que são as pessoas físicas ou jurídicas que receberão a transferência. 

Existe Limite Para Uma TEC? 

Sim. O limite é de R$ 4.999,99, e só pode ser usado para apenas uma única transferência de crédito. O valor será creditado na conta dodestinatário dentro do período limite pelas transações de TED ou DOC. 

As transferências via DOC e TED podem ter apenas um beneficiário. Já a transferência via TEC pede ter mais de uma conta de destino. E só é usada uma transação e é cobrada apenas uma tarifa para que essa transferência seja feita para mais de um beneficiário. 

Como Realizar Uma TEC? 

É possível emitir uma TEC de uma instituição financeira para uma transferência de crédito em nome de terceiros ou em nome próprio. Éfundamental identificar o emitente pelo nome ou pela razão social, e pelo CPF ou CNPJ. 

Podemos fazer uma TEC da mesma forma que fazemos uma TED ou um DOC. Mas vale lembrar que, no caso da TED, o dinheiro cai na conta no mesmo dia em que foi transferido, após alguns minutos apenas. Já no caso do DOC, demora mais. O dinheiro só cai na conta no dia útil seguinte à transferência. Isso desde que a transferência seja feita dentro do horário de funcionamento. 

A emissão da TEC pode estar condicionada ao pagamento de uma tarifa, que é a mesma tarifa do DOC ou da TED. Se essas transações estiverem inclusas no seu pacote de serviços, então não será preciso pagar mais por elas. Por isso, é importante que, antes de efetuar a transferência, você confira o que está ou não incluso no pacote que você contratou. 

Quando Realizar Uma TEC? 

Quando o remetente precisa se identificar para o beneficiário e/ou quando é preciso transferir valores para mais de uma conta ao mesmo tempo é que a TEC se faz necessária. Dessa forma, o remetente não precisa realizar várias transações via DOC ou TED, uma para cada conta. Somente uma para várias contas diferentes.  

Os métodos de transferência eletrônica oferecem muito mais segurança e comodidade para os usuários. 

Além de evitar que a pessoa ande com dinheiro em espécie, correndo o risco de assaltos, é uma maneira de transferir dinheiro de onde estiver e a qualquer hora. Como as pessoas estão cada vez mais ocupadas, toda forma de comodidade é bem-vinda, ainda mais quando não é preciso sequer sair de casa. As transferências eletrônicas podem ser feitas pelo internet banking, pelo celular, pelos caixas eletrônicos e direto na boca do caixa. Mas a maioria das pessoas que conhecem e sabem como funcionam usam a internet e o celular, por ser mais prático e dispensar a ida até a agência e caixa eletrônico.

Deixe um comentário