Depósito Com Envelope Não Caiu na Conta: Como Resolver?

Depósito Com Envelope Não Caiu na Conta: Como Resolver?

É possível que você já tenha ouvido de alguém que tenha realizado um depósito em caixa eletrônico e o que o mesmo ainda não tinha caído na conta. 

Embora inúmeras pessoas estejam buscando novas formas de realizar esse tipo de transação, maneiras mais práticas, como transferência eletrônica, por exemplo, a grande parte da população ainda utiliza os caixas eletrônicos para realizar depósitos. 

A questão é que esse tipo de depósito costuma causar alguns problemas para o usuário. Mesmo que, ao final, ele recebe um comprovante de depósito, o mesmo pode não ter sido realizado corretamente. 

Nesse caso, é preciso saber o que fazer para solucionar. Também é importante que o usuário conheça bens os seus deveres e a suas obrigações nesses casos para saber como buscar os seus direitos. 

No post de hoje, daremos mais detalhes sobre esse tipo de situação, e o que fazer para conseguir o estorno do seu dinheiro. 

Como Depositar Em Envelope? 

Os depósitos em envelope são relativamente simples de se fazer. Em geral, basta preenchermos o envelope com as informações solicitadas, insere o dinheiro ou o chequem respeitando-se os limites permitidos em cada envelope, e depois deposita o envelope, na posição correta, no caixa eletrônico e aguardar até que o comprovante seja impresso. Qualquer pessoa pode fazer esse tipo de depósito. 

A questão é que, embora seja simples, é possível que mesmo após realizar o procedimento, o depósito não seja concluído. Vejamos abaixo as principais causas para isso acontecer: 

Problema com cheque: depósitos feitos com cheques também precisam ser conferidos. É possível que o mesmo não tenha fundos ou que não tenha sido assinado corretamente. Nesse caso, o depósito não seráconcluído. 

Dados incorretos: não preencher corretamente os dados também pode ser um problema nesse tipo de depósito. Isso pode fazer com que o banco não consiga identificar corretamente quem é o beneficiário do depósito. Seja por conter informações erradas no envelope ou a pessoa digitar dados incorretos no caixa.  

Nota Falsa: após o cliente realizar todo o procedimento, é hora do banco conferir se está tudo ok. É preciso verificar se o valor informado no envelope condiz com o valor que está dentro dele. Depois disso, o banco submete as notas a um processo de análise, que servirá para conferir se as notas são verdadeiras ou falsas. Se houver divergências ou algum problema, o depósito não poderá ser concluído. 

Prazo Para Compensação 

Após realizar o depósito em envelope, é preciso aguardar o prazo de compensação e ir acompanhando se o dinheiro cairá ou não na conta. Se estiver demorando muito, o usuário deverá ir ao banco para verificar o que aconteceu. É preciso levar consigo o comprovante de depósito. O banco deverá verificar o que aconteceu e dar um retorno o mais breve possível para o cliente. 

Se tiver acontecido algum erro de digitação, e ficar comprovado que foi mesmo você quem fez o depósito, o banco fará uma solicitação de estorno. Agora, se o problema for devido a notas falsas ou algum cheque sem fundo, o banco não irá estornar, pois é proibido repassar nesses casos. 

Hoje em dia, temos outras alternativas bem mais seguras para realizarmos depósitos. É possível irmos pessoalmente no banco e depositarmos na boca do caixa, onde o atendente irá conferir na hora se as notas são falsas ou não. Podemos depositar em casas lotéricas, ou até mesmo realizar uma TED ou o DOC, que são ainda mais seguros. E a gente sequer precisa sair de casa com dinheiro para fazer. Basta acessar a internet de um computador confiável e pronto. Se tiver outras possibilidades, evite o depósito via envelope.

Deixe um comentário