Como Declarar Sua Conta Bancária Para Restituição de IR

Como Declarar Sua Conta Bancária Para Restituição de IR

O início do ano sempre traz consigo uma boa leva de obrigações para os cidadãos. E uma dessas obrigações é a Declaração do Imposto de Renda. O ideal é sempre organizar a documentação necessária antes da data. Assim, o contribuinte será restituído mais rapidamente. 

É muito comum surgirem dúvidas no momento de criar a declaração e também quanto à sua restituição. Uma das dúvidas mais comuns é como funciona a restituição do imposto de renda, como ela é feita. 

No post de hoje, daremos mais detalhes sobre essas questões. Continue lendo. 

Como Declarar a Conta Bancária Para Receber a Restituição do Imposto de Renda? 

A restituição do IR é creditada na conta do contribuinte. Mas muitos não sabem como informar a sua conta. O contribuinte deve informar corretamente os dados da sua conta, como o número do banco, o nome, os números da conta e da agência, nos campos destinados para esse fim.  

O titular da conta deve ser o próprio contribuinte. Essa é uma informação muito importante. Não é permitido indicar a conta de outra pessoa para receber a restituição por você, a menos que seja uma conta conjunta. Nesse caso, ambos os titulares poderão informá-la para a receber o valor. Antes de pagar os valores da restituição, a Receita Federal faz uma espécie de cruzamento das informações bancárias informadas com o número do CPF do contribuinte. No caso de alguma divergência, o valor não será creditado. 

Onde encontrar o campo para informar os dados bancários? 

Ao abrir a sua declaração, no menu à esquerda, vá em “Resumo da Declaração”. Depois, clique em “Cálculo do Imposto”. Caso exista algum valor a ser restituído, aparecerá uma janela informando qual esse valor e o campo destinado às informações bancárias. 

Eu Consigo Alterar a Conta Informada Para Recebimento da Restituição? 

Uma situação bem comum de acontecer é o contribuinte precisa alterar a conta informada na declaração. Seja por não ter mais aquela conta, ou por outro motivo qualquer. Nesse caso, é sim possível alterar a conta informada, desde que ainda não esteja incluso em algum lote de restituição. Para alterar, é preciso que o contribuinte envie uma declaração retificadora com a alteração da conta, dentro do prazo.  

Eu Consigo Receber a Restituição Mesmo Sem Indicar a Conta Bancária? 

Essa é outra questão que costuma causar dúvidas entre os contribuintes. E a resposta é sim, é possível receber a restituição mesmo sem informar a conta, embora seja mais indicado ter uma conta corrente, poupança ou conjunta. No caso das pessoas que não têm uma conta, elas devem esperar até o Banco do Brasil abra o canal de atendimento que trata exclusivamente de assuntos relacionados ao Imposto de Renda. Isso possibilita que esses contribuintes possam receber o valor diretamente em uma agência do Banco do Brasil. 

Porém, a situação mais recomendada é a abertura da conta, sempre que possível. 

Como Fica a Situação de Contribuinte Brasileiro Que Mora no Exterior e Não Tem Conta no Brasil? 

Outra situação é quando o contribuinte mora no exterior. Se ele tiver conta no Brasil, basta fazer a declaração normalmente e informar os seus dados bancários. 

Agora, se ele não tiver conta bancária no Brasil, será preciso informar um procurador para receber o seu dinheiro. De posse da procuração, a pessoa irá à uma agência do Banco do Brasil e informará uma conta no seu nome para o depósito da restituição. Seja qual for o banco. 

Lembre-se sempre de não deixar para entregar a declaração na última hora, para evitar atraso e pagamento de multa. Também é importante ficar atento às informações prestadas, para não cair na malha fina.

Deixe um comentário