O Que é IOF? Como Não Pagar Sobre o Cartão de Crédito

O IOF, ou Imposto Sobre Operações Financeiras, é um imposto federal. Ele incide em todos os tipos de operações de crédito, seguro, câmbio, e até mesmo sobre negócios que relacionados com valores mobiliários e títulos. 

O objetivo desse imposto é uma maneira de regular a economia. Assim, o governo consegue mensurar como anda a oferta e a demanda de crédito no Brasil. No entanto, para alguns economistas, esse efeito não acontece de verdade. 

Em contrapartida, ele serve bem como uma forma de arrecadação. Até porquê a sua alteração independe de aprovação no Congresso Nacional. 

Confira abaixo quais as alíquotas são praticadas do IOF pois, como ele está presente em diversos tipos de operações, ele não conta com apenas uma alíquota. São vários os tipos de cobranças. Confira abaixo:
• 3% ao ano para crédito à pessoa física (no caso de empréstimo); 

  • 1,1% para compras de moedas em espécie;
  • 0,38% na abertura de operação de crédito e transferência entre contas para o exterior;
  • Até 25% no caso de seguro, dependendo do tipo;
  • Até 96% sobre a rentabilidade de investimentos financeiros,
  • 6,38% para cartão pré-pago, cartão de crédito (para compras internacionais) e cheques de viagem.

Os valores cobrados pelo IOF podem sofrer alterações no decorrer do ano. Quem define é o Governo Federal. As mudanças irão depender das ações que o governo deseja fazer. 

Como Faço Para Saber o Quanto Pago de IOF? 

Essa informação pode ser verificada tanto na fatura do cartão de crédito quanto no extrato da conta corrente. 

A sigla do IOF constará nos meses em que foram feitas compras parceladas ou quando o usuário usou o limite do cheque especial. Além de compras realizadas em outros países. Quanto mais altos os valores das operações, maior será o valor do IOF também. 

Como Pagar Menos IOF?

A necessidade do IOF é questionada por muitas pessoas. Elas costumam perguntar se esse imposto é realmente importante. 

Por meio do IOF, o governo consegue regular a economia do país, quando ele aumenta ou reduz o valor do imposto. Além do mais, ele é uma boa ferramenta de arrecadação, o que o torna muito importante para a economia do país. 

Se não dá para fugir dele, o que podemos fazer então para pagar menos IOF? 

Confira abaixo algumas dicas de como fugir do IOF ou pagar uma tarifa menor: 

  • Evite financiar a sua fatura do cartão de crédito;
  • Quando chegar data de vencimento, pague o valor total da sua fatura;
  • Quando viajar para o exterior, dê preferência à pagamento em dinheiro ou Enbanx Dollar Card, que possuem IOF de 0,38%, enquanto o IOF do cartão de crédito é de 6,38%; 
  • Evite usar o cartão de crédito para pagar boletos bancários e contas;
  • Evite sacar dinheiro usando o cartão de crédito,
  • Apenda a usar a Bitcoin (BTC), a moeda virtual que é livre de impostos e não é controlada por nenhum banco central.

Nós brasileiros já pagamos tantos impostos, que devemos buscar alternativas para evitar pagar ainda mais. Sempre que possível, siga as dicas que, com certeza, o valor que você pagará de IOF será bem menor. 

Várias instituições financeiras no Brasil emitem um cartão de débito internacional que é recarregável, como um cartão pré-pago. Ao usá-lo, o consumidor paga apenas 0,38% de IOF em cima da recarga feita e não sobre o valor da sua compra, pois não haverá transação de câmbio e nem fatura do cartão. O imposto pago pelo cartão pré-pago é mais baixo e o câmbio acontece na hora da recarga do cartão. 

Deixe um comentário