O Que é Favorecido? Vale a Pena Cadastrar?

No sistema bancário, quando a gente se depara com alguns termos, costumamos ficar um pouco confusos. A gente até imagina o que possam significar, mas, nem sempre, temos certeza. Um desses termos é “favorecido”. Esse termo nada mais é do que a pessoa que recebe algum pagamento, como uma transferência bancária, o pagamento de um boleto. É a pessoa que foi beneficiada. O favorecido pode ser tanto uma pessoa física quanto uma pessoa jurídica.  

Quando for realizar algum pagamento, é muito importante sempre conferir se o nome do favorecido no boleto, por exemplo, condiz, de fato, com a cobrança que está sendo feita. 

Cadastro de Favorecido no Banco 

Nós cadastramos algum favorecido no banco quando realizamos transferência vez ou outro ou sempre para o mesmo. Esse cadastro é feito informando o nome da pessoa e os dados da sua conta. A grande parte dos bancos do Brasil já trabalham com esse tipo de cadastro. Em alguns bancos, inclusive, é preciso cadastrar o favorecido antes mesmo de realizar a transferência. 

Muitas pessoas se perguntam sobre a real necessidade de ter um favorecido cadastro. Um dos motivos mais importantes é a segurança que essa prática gera. Certos bancos só aceitam que a transferência seja feita para um favorecido já cadastrado. Em outros bancos, é comum haver um limite diário de valores para uma transferência para um favorecido não cadastrado. Essas atitudes ajudam a limitar perdas no caso de fraudes. 

Além do mais, essa prática oferece mais comodidade para o titular da conta que irá realizar a transferência. Quando já temos o favorecido cadastrado, não há necessidade de ficarmos informando sempre todos os dados do mesmo, como CPF, dados da conta, nome completo, e etc.  

Como Cadastrar um Favorecido no Banco? 

Temos duas maneiras de realizar o cadastro. Uma é por meio do internet banking. Para isso, é preciso ter algumas informações sobre o favorecido, como: 

  • Dados bancários, como agência, número da conta e tipo da conta (se conta corrente ou poupança);
  • CPF/CNPJ do titular da conta favorecida
  • Nome ou código do Banco ou instituição financeira

A outra maneira de cadastrar um favorecido é pelo caixa eletrônico. Alguns bancos também podem disponibilizar essa opção pelo SAC do banco. Basta ligar no SAC do seu banco para se certificar se ele permite. 

Vale a Pena Cadastrar Um Favorecido? 

Em geral, todas as formas de aumentar a nossa segurança são bem-vindas. Algumas pessoas costumam reclamar um pouco do grande volume de medidas de segurança. E podem até deixar de fazer algum tipo de transação para evitar a burocracia. Porém, se pensarmos pelo lado prático, o cadastro de favorecido, por exemplo, acaba facilitando as coisas, pois ele só pede os dados da pessoa uma única vez. Agora, se não houver o cadastro, aí sim o trabalho será maior. 

Além do mais, como dissemos, uma vez que alguns bancos só permitem transferências para contas cadastradas ou limitem o valor para favorecidos não cadastrados, também acaba impedindo que bandidos saquem todo o valor que você tiver na conta. 

E o melhor: o cadastro é gratuito. 

Em geral, todas as pessoas querem mais praticidade no dia a dia. Principalmente no que diz respeito aos serviços bancários. Pensando nisso, os bancos e as instituições financeiras investem em tecnologias para tornar os canais de atendimento ao cliente mais ágeis, sempre aumentando a segurança. E o cadastro de favorecidos pode ser visto como uma dessas facilidades nos dias de hoje.  

Com o avanço da tecnologia, hoje nós podemos realizar inúmeras tarefas, que antes só poderiam ser feitas em uma agência bancária, sem precisar sair de casa. Dessa forma, podemos ver esse serviço como mais uma facilidade para tornar as nossas tarefas ainda mais práticas. 

Deixe um comentário