Como Receber Um Cheque Sem Conta Bancária?

O cartão de crédito é hoje a forma de pagamento mais usada no mundo inteiro. Essa tem sido a alternativa mais segura que os consumidores têm para reduzir o número de fraudes e de assaltos. 

Embora o número de pessoas que usam o cartão de crédito para pagar as suas compras esteja aumentando cada vez mais a cada dia, ainda podemos encontrar pessoas que usam o cheque para esse fim. Só que, nos dias de hoje, as pessoas sentem bem mais receio em aceitar um cheque, com medo de não ter fundo, ou por que não sabem o que fazer para sacar. 

Uma grande dúvida que as pessoas têm e que é muito comum é sobre como sacar o valor do cheque se a pessoa não tiver uma conta bancária.  

E a resposta é bem simples: basta se dirigir à uma das agências do banco emissor do cheque, ainda que não tenha uma conta bancária. Será preciso apenas ir até a boca do caixa, levando consigo um documento de identidade com foto. Depois, é só informar ao caixa que não possui uma conta bancária e o valor será entregue sem complicações. 

Como Receber Um Cheque Cruzado Sem Conta Bancária? 

Se a pessoa receber um cheque cruzado, ela só poderá sacar o seu valor depositando o cheque. Ou seja, não conseguirá receber o dinheiro em espécie na boca do caixa, como no caso acima. 

A solução para esse caso será endossar o cheque, mas é preciso que a pessoa que você escolher seja de muita confiança e que tenha uma conta bancária em qualquer banco. Assim, o valor poderá ser depositado na conta dessa pessoa. E esta, por sua vez, irá sacar o valor para você. 

Cuidados Ao Receber Um Cheque Como Pagamento 

Como já sabemos, todo cuidado é pouco quando o assunto é dinheiro. Ainda mais quando precisamos receber algum pagamento em cheque. Pois eles são algumas das formas de pagamento que mais dão dor de cabeça para os usuários. E também é algo que os bandidos adoram usar para cometer as várias fraudes. Pensando nisso, listamos abaixo alguns cuidados que precisamos ter ao recebermos algum pagamento em cheque. Confira abaixo: 

  • Não aceite cheque com nenhum tipo de rasura. Os bancos podem devolvê-lo.
  • Antes de receber o cheque, consulte os órgãos de proteção ao crédito, como o SPC e a SARASA. Esses órgãos podem lhe dar informações seguras, diretas do Banco Central, sobre emitentes de cheques sem fundo, roubados, sustados ou com algum tipo de irregularidade.
  • Peça que o emitente do cheque lhe apresente um documento de identidade original e o cartão do banco para que você possa se certificar sobre a titularidade do mesmo. É necessário conferir bem a assinatura do cheque e os números do CPF e o RG.
  • Evite trocar cheque com outras pessoas em dinheiro.
  • Confira, com muita atenção, se todos os dados foram preenchidos corretamente. Principalmente os valores numéricos e por extenso.
  • Não aceite cheques assinados previamente, ou que tenham o valor mais alto que o valor da compra.
  • Evite aceitar cheques amarelados.

De qualquer forma, se for possível, dê preferência para outros tipos de pagamento, como o cartão de crédito, cartão de débito e a transferência bancária. Eles oferecem bem mais segurança para ambas as partes.  

Os cheques estão sendo substituído exatamente por não oferecem muita segurança para o emissor, e nem para o beneficiário. O número de cheques devolvidos só aumenta. E, com eles, o prejuízo de quem os recebeu também. Evite situações como essa e reduza as chances de fraudes. Procure outras formas de pagamento e vá reduzindo o uso do cheque aos poucos.

  

Deixe um comentário