Como Funciona o Saque no Cartão? Como Fazer? É Empréstimo?

Em algumas situações de emergência, a gente pode se ver obrigado a sacar dinheiro do cartão de crédito. E essa deve ser uma das últimas alternativas a se considerar, pois os juros são altíssimos. E o banco encara esse saque somo um empréstimo. O banco cobrará tarifas e juros pelo fato de a pessoa estar usando um dinheiro que não tem.  

Os valores das tarifas e dos juros podem variar de um banco para outro. Quando sacamos dinheiro do limite do cartão, estamos contratando um empréstimo. E o valor a pagar terá os mesmos juros do rotativo, que é quando pagamos o valor mínimo da fatura do cartão. 

Quando você realiza o saque de um determinado valor, terá que pagar o valor que sacou, mais as taxas de juros e também a tarifa de saque. Ou seja, no final das contas, o acréscimo do valor que você sacou torna essa opção inviável. E os juros serão contados até a data de fechamento da fatura. Pois a dívida só poderá ser paga quando a fatura chegar. 

Por isso, antes de cairmos numa cilada como essa, é preciso pensar bem e buscar outras alternativas que sejam mais viáveis. O mais importante, porém, é procurar manter as finanças em dia. Para isso, um bom planejamento financeiro é o mais recomendado. 

Como Sacar Com o Cartão de Crédito? 

O saque é bem simples. Basta se dirigir a um caixa eletrônico do banco emissor do cartão de crédito, inserir o cartão e selecionar a opção de “saque por cartão de crédito”, e informar o valor que se deseja sacar. O dinheiro será entregue em seguida. Cada pessoa possui um limite disponível diferente. Esse valor varia conforme o perfil de cada cliente. 

A senha usada para sacar dinheiro é a mesma usada para realizar compras com o cartão. 

Compensa Sacar Dinheiro Com Cartão? 

Cada situação é única. Tudo vai depender da situação na qual a pessoa se encontra naquele momento. Em geral, essa prática não compensa e deve ser evitada a todo custo. 

Como os juros cobrados pelo cartão de crédito são os mais caros do mercado, é sempre recomendado procurar outras alternativas, como solicitar um empréstimo para um amigo ou familiar, ou pesquisar outras formas de créditos disponíveis no mercado também. Somente em último caso, e em uma situação de extrema urgência, é que esse tipo de recurso deve ser considerado. 

Quando usado de forma consciente, o cartão de crédito pode ser um grande aliado. Mas ele pode, também, se tornar um grande pesadelo se a pessoa não tiver controle tanto dos seus gastos, quanto da facilidade em sacar dinheiro. 

Um lembrete importante é evitar pagar contas de casa, como água, luz, e etc., com o cartão de crédito. Os bancos cobram tarifas especiais por esses pagamentos. 

Limite Para Saque Com Cartão 

O limite disponibilizado para saque, em geral, é menor que o limite disponível para compras com o cartão. Essa é uma maneira de aumentar as chances de o usuário quitar a dívida, caso saque o dinheiro. No final das contas, ao sacar dinheiro, o usuário pagará um valor bem maior do que o que sacou, mas que, ainda assim, será menor que o limite do cartão. 

A comodidade que é sacar um valor sem muito trabalho, sem a necessidade de ir à um banco ou instituição financeira, não precisar comprovar renda, pode parecer, no primeiro momento, uma opção bem atrativa. Mas, pensando melhor, se considerarmos o alto custo envolvido, percebemos que não é bem assim que funciona. Todas essas facilidades saem mais caro do que a gente pensa. 

Deixe um comentário