Qual a Diferença Entre Poupança Ouro e Poupança Poupex? Qual a Melhor?

A principal forma de investimento dos brasileiros ainda é a poupança. É também a mais usada. Embora os seus rendimentos não sejam muito altos. A segurança, a facilidade de aplicação e de resgate são alguns dos principais atrativos dessa forma de investimento.  

Muita gente, porém, não sabe bem como funciona a caderneta de poupança e nem os seus rendimentos. E muito menos se existe alguma diferença entre as formas de aplicação. Para ajudar essas pessoas, separamos duas modalidades de conta poupança que o Banco do Brasil oferece, e daremos mais detalhes sobre o funcionamento de cada uma delas. Trata-se da Poupança Ouro e da Poupança Poupex 

Poupança Ouro e Poupança Poupex: Como Funcionam?  

Antes de falarmos sobre essas duas opções de poupança, falaremos um pouco sobre os rendimentos da poupança tradicional, que todos conhecem. A partir de 2012, houve uma alteração na forma de remuneração da poupança. Desde então, ela está atrelada à taxa básica de juros Selic. Confira abaixo como ficou o rendimento:  

• Taxa Referencial (TR) + 0,5% ao mês quando a Selic está acima de 8,5%;  

• Taxa Referencial (TR) + 70% da Selic quando a taxa é inferior a 8,5%.  

Agora, seguiremos para as cadernetas de poupança que o Banco do Banco do Brasil oferece:  

Poupança Poupex: além de oferecer a segurança que toda poupança oferece, enquanto o dinheiro do cliente estiver aplicado napoupançaPoupex, ele será usado em financiamento imobiliário que a Poupex (Associação de Poupança e Empréstimo) administra.  

Poupança Ouro: no caso dessa outra modalidade de poupança, ela funciona da mesma forma que a poupança Poupex, a única diferença é como o dinheiro investido é usado. Nessa poupança, o investimento é usado, principalmente, em financiamento rural, ajudando na economia do país.  

É importante que o cliente saiba que a remuneração dos dois tipos de poupança é a mesma. Ou seja, investindo um mesmo valor na Poupança Ouro ou na Poupança Poupex, ao final do mesmo período, ambas terão os mesmos rendimentos. 

Após saber sobre a diferença entre ambas, é hora de se perguntar qual das duas é melhor para se investir. Como dissemos, no que se refere à rentabilidade, não haverá nenhuma distinção entre os valores finais da aplicação entre uma e outra. A única diferença é como o banco irá usar o valor investido. 

Dessa forma, seja qual for a escolha do investidor, isso não influenciará no valor final da sua aplicação. O que ele precisa avaliar é somente a importância de investir um certo valor mensalmente, para ter uma reserva de emergência, e aprender a poupar um pouco da sua renda. 

Importância de Poupar 

Sempre que a gente fala em educação financeira, pensamos na grande necessidade de aprendermos a poupar uma parte do nosso dinheiro. E isso deveria ser ensinado desde cedo para as pessoas. 

Todo mundo gostaria de ter uma segurança financeira maior. Porém, a grande maioria não sabe ou não consegue se planejar e poupar um pouco do que ganha. 

A poupança serve para nos dar uma tranquilidade a mais e uma estabilidade financeira. Ainda mais em tempos como os de hoje, em que o emprego está cada vez mais escasso. Se formos observar as vantagens de se poupar, podemos enumerar uma infinidade de benefícios que teremos, como estar prevenido para imprevistos, para o desemprego, para uma doença, para comprarmos a casa própria, planejar uma viagem com a família, comprar produtos e serviços à vista e ganhar descontos, a rentabilidade do seu dinheiro, e muito mais.  

Em tempos como os de hoje, a palavra de ordem é poupar. Para isso, as pessoas precisam aprender a mudar os seus hábitos financeiros e estabelecer para si e para toda a família, metas que devem ser seguidas corretamente 

Deixe um comentário