O Que é LIS? Quais as Taxas e Limites? Como Renegociar o Débito

É comum as pessoas se enrolarem um pouco com as contas e acabarem precisando do cheque especial. Embora não seja muito recomendado, muita gente recorre a essa linha de crédito emergencial para figurem de problemas que possam ocorrer com o saldo da sua conta. No banco Itaú, o nome desse cheque especial é LIS, ou seja, Limite Itaú para Saque. Se você ainda não conhece, continue lendo que daremos mais informações a respeito. 

O Que é o LIS? 

O banco Itaú oferece aos seus clientes uma linha de crédito de cheque especial denominado LIS. Que, nada mais é que um valor disponibilizado pelo banco na conta do cliente, para que ele possa usá-lo quando precisar. 

Para chegar ao cálculo do valor do LIS para cada cliente, é feita uma análise de risco, de forma a determinar o limite que poderá ser liberado para cada um. Todos os meses, o banco calcula o valor, que pode sofrer alterações conforme o resultado da análise de risco. 

Quais São as Vantagens do LIS? 

Apesar dos juros altos que o cheque especial cobra, o LIS pode oferecer algumas vantagens para o cliente em situações de emergência. Confira abaixo: 

• O cliente paga juros e encargos sobre as operações financeiras de forma proporcional aos dias em que usar o LIS. 

 O cliente ainda pode escolher a melhor data para pagar os encargos. 

 O LIS permite o uso por até 10 dias sem cobrar juros pelo empréstimo. 

Como Funcionam os 10 Dias Sem Juros no LIS? 

Os 10 dias sem juros que o LIS cobra podem ser corridos ou até alternados nos dias úteis ou dias não úteis no decorrer do mês. Embora tenha isenção de juros, o uso do LIS acarreta a cobrança de IOF, ou seja, Imposto Sobre Operações Financeiras.  

Caso o décimo dia do uso do LIS cair em um final de semana ou em um feriado, o valor para pagamento deverá estar disponível na conta no dia útil anterior à data do vencimento. 

Como Renegociar o Débito do LIS? 

Caso chegue o dia de vencimento do LIS e você não ainda não tem todo o dinheiro para pagar, existe a possibilidade de parcelar o sado devedor. Porém, é importante ficar atento aos juros cobrados. Para solicitar o parcelamento, o cliente pode usar os canais de autoatendimento. Porém, o mais recomendado é sempre evitar esse tipo de situação, uma vez que os juros cobrados são muito altos. Existem outras modalidades de empréstimos mais vantajosas. 

Taxas do LIS 

O valor das taxas cobradas pelo LIS varia dos termos dos contratos de cada cliente, e também dos dias em que o valor foi usado. Veja abaixo como ficam os juros: 

Taxa LIS Itaú 

• Taxa vigente: 12,61% ao mês 

• Plano de vantagens Itaú c/ vínculo salarial: 11,11% ao mês 

• Plano de vantagens Itaú  

Taxas LIS Itaú Uniclass 

• Taxa mínima: 8,38% ao mês 

• Taxa máxima: 12,61% ao mês 

• Taxa mínima no Plano de Vantagens Itaú: 7,38% ao mês 

• Taxa máxima no Plano de Vantagens Itaú: 11,61% ao mês 

• Taxa mínima no Plano de Vantagens Itaú c/ vínculo salarial: 6,88% 

• Taxa máxima no Plano de Vantagens Itaú c/ vínculo salarial: 11,11% ao mês 

Há ainda a cobrança de IOF em ambas as formas, uma vez que o crédito for contratado. 

Caso o cliente não tenha um limite pré-aprovado, ele pode se dirigir a uma agência do banco Itaú e conversar com o gerente. O banco fará uma análise antes de liberar o limite. Para ajudar a conseguir o limite pré-aprovado, é importante deixar sempre atualizadas as informações pessoais na conta e manter os créditos sempre em dia, para que o CPF não seja negativado. 

Deixe um comentário